A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Instabilidade

(Daniella Miranda)

O Tempo concedeu, a pedidos incansáveis, um encontro inusitado que raramente acontece. E tudo parou por alguns instantes! (Inclusive a vida desta pífia escritora)

O Hoje aparece atônito para o Passado.

O Passado lhe pergunta:

- O que aconteceu, afinal? O que você quer?

- Você me engana. O Tempo todo também mente para mim. Não se envergonha? Todos os relógios do mundo param! Anos se findam e você oculta-me o que alguns segundos podem trazer-me. A verdade que muda a minha vida!

- O que eu quis era te proteger, Hoje! O Passado não é assim tão cruel, às vezes omite algumas coisas, mas não tive a intenção de ser perverso! Em momento algum quis fazer isso! Achei que você não conseguiria suportar a verdade, você é muito inconsequente, essa sua efemeridade me preocupa! - disse franzindo a testa.

O Passado era muito sério, irmão mais velho e guardião de grandes segredos, ora se arrependia do que fazia e ora se arrependia do que não havia feito! Por isso tamanha austeridade. Hoje era muito mais expansivo e alegre, porém tinha umas crises de tristeza sem motivo aparente.

- Eu te odeio, sabia? Pra mim você morreu! - Hoje, gritava aos prantos!!!

- Hoje, você "pegou pesado"! Não precisa dizer isso. Agora, quem se magoou profundamente fui eu! E todos os momentos bons que vivemos? Você está sendo ingrato! O que de ruim aconteceu não pode acabar o que fizemos... Nem agora, nem nunca.... Sei, que errei, mas...

O Tempo assistira calado toda a discussão... Ele tenta entrar na conversa:

- Tem de deixar, esta fugacidade para lá, Hoje! Assuma que o Passado foi muito importante para você! Vocês se deram tão bem, até o momento.

- Mas ele foi desonesto, me magoou e ainda me escondeu acontecimentos importantes!

De súbito, o Futuro aparece e lhes diz, observando a singela empáfia do Tempo, e avisa com toda calma que lhe é peculiar...

- Parem de brigar! Sou o irmão caçula e quando vocês forem se encontrar comigo, tudo ficará bem! Pare com essa irracionalidade, Hoje! Deixe o Passado pra lá, ele está meio arrependido de algumas coisas que não tem explicação! Perdoe-o, mas ame-o também!

E o Tempo, conclui:

- Dos meus três filhos, o FUTURO sempre será o mais calmo, sábio e esperançoso! Nunca me decepcionarei com ele... Ele tem uma força misteriosa e ainda mantém o Presente e o Passado em harmonia... Por que se não fosse ele...

  • 2599 visitas desde 5/07/2005
menu
Lista dos 2201 contos em ordem alfabética por:
Prenome do autor:
Título do conto:

Últimos contos inseridos:
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br