A Garganta da Serpente
  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Ao contece

(Victor Tales)

Faróis. Vermelhos, laranjas, assinalando velozmente o passo do trânsito. Desenhando com as cores de um peixe-cão, vermelho, laranja e multidão. Enquanto acordam milhares de um lado outros tantos milhares agora dormiram, somos um eterno acidente, o tempo nosso arqueólogo ora nos escondendo ora revelando.

Acontece. No linear das paisagens, aeroportos, flores e bagagens. Nosso tempo é rápido e ordinário. Tudo preciso no horário, a vida, se veste em quatro segundos.

  • 2233 visitas desde 20/02/2006
menu
Lista dos 2201 contos em ordem alfabética por:
Prenome do autor:
Título do conto:

Últimos contos inseridos:
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente
http://www.gargantadaserpente.com.br