A Garganta da Serpente

Lenin Bicudo Bárbara

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

Redemoinho de idéias

Versifiquei as rotas espirais
Do pensamento que, confuso, penso,
E pus na forma do soneto os ais
Do meu oculto sentimento intenso.

Muitos poemas fiz, e muitos mais
Não fiz porque ficaram em suspenso,
Voando pelos mundos entre os quais
Parece haver um dualismo imenso,

Uma antítese estética infinita,
Que o pensamento, inconsistente, agita
Na busca por algum conhecimento.

Mas toda a idéia que hoje rodopia
Há de cessar seu movimento um dia,
E é, pois, no verso que então me sustento!


(Lenin Bicudo Bárbara)


voltar última atualização: 21/10/2006
23067 visitas desde 01/07/2005
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente