A Garganta da Serpente

Leonardo da Vinci

  • aumentar a fonte
  • diminuir a fonte
  • versão para impressão
  • recomende esta página

O jumento e o gelo

(Leonardo da Vinci)

Era uma vez um jumento que estava muito cansado e sentiu-se sem forças para ir até o estábulo.

Isso aconteceu no inverno, e fazia muito frio. Todas as ruas estavam cobertas de gelo.

- Vou ficar aqui - disse o jumento, deitando-se no chão.

Um pequenino pardal voou para junto dele e murmurou-lhe ao ouvido:

- Jumento, você não está na rua, mas sim sobre um lago congelado. Seja prudente!

O jumento estava cansado. Não tomou conhecimento do aviso. Bocejos e adormeceu.

O calor de seu corpo começou aos poucos a derreter o gelo, que, finalmente, estalou e partiu-se.

Ao ver-se dentro d'água, o jumento acordou aterrorizado. E enquanto nadava na água gelada, arrependeu-se por não ter ouvido o conselho do pardal amigo.

(fonte: Leonardo da Vinci. "Fábulas e Lendas", interpretadas e
transcritas por Bruno Nardini. São Paulo: Círculo do Livro S.A., 1972)

3654 visitas desde 3/05/2006
Copyright © 1999-2020 - A Garganta da Serpente